Archive for the 'Outros' Category

Obrigado Sr. Professor

Acabei muito recentemente a minha licenciatura. É verdade!Três anos e meio depois já sou sr. Dr.

Hoje olho para trás e concluo-o que não podia ter escolhido outro curso ou outra faculdade.

Mudei de cidade, de casa, de hábitos, de rotinas…de vida. Hoje sou diferente e devo-o à minha vinda para este mundo intelectual, teorico, competitivo e cientifico que é a Universidade.

 

Sem dúvida que estar numa cidade diferente, conhecer novas pessoas e gravitar no espaço universitári

 

o me tornou um jovem mais interessado e preocupado com a sociedade. Mas certas pessoas marcam-nos mais do que outras não é verdade? Pois, comigo passou-se o mesmo e por estranho, ou não, que pareça, essas pessoas foram os meus professores.

A eles lhes devo a sabedoria, o interesse e curiosidade que hoje me iluminam. Cada pessoa contêm nela características que a tornam única, mas de nada vale se não conseguir transmitir a sua sabedoria, a sua personalidade, o seu ser. Estes professores fazem-no constantemente e é por isso que são perfeitos naquilo que fazem: Ensinar.

Recordarei para sempre o carisma do prof. Fernando Ilharco; o entusiasmo da prof. Ana Rias; a sabedoria e intelectualidade do prof. Horácio; o exemplo de cavalheirismo do prof. João Espada. A vocês e a todos os outros um sincero OBRIGADO.

 Até breve!

Anúncios

Pontualidade portuguesa

A pontualidade é para muitos uma questão de respeito, bom senso, cavalheirismo e ética. Em Inglaterra, por exemplo,  a pontualidade é um valor primordial e cultural, quem não é pontual não merece respeito.

Contudo, em Portugal não é bem assim. Fica sempre bem chegar 15m atrasado. Afinal, o melhor fica sempre para o fim, não é verdade?!?

É um capricho que não suporto, é mesquinho e irrita-me. Ontem, mais uma vez, aborreci-me com uma situação que não posso deixar passar em claro.

De manhã quando abri a caixa do correio reparei que recebera um convite para uma Conferência. Fiquei deveras entusiasmado, não só por não estar habituado a receber convites deste âmbito, mas também pelo tema e interveniente da dita Conferência.

O convite era explícito: “…inicio às 19horas”. E à hora marcada lá estava eu já acomodado e ansioso pelo começo da honrosa Conferência. Porém, a mesma começou 30 minutos depois do previsto. Será que o interlocutor se atrasou, pensei eu. Nada disso. Apenas somos portugueses e fica bem esperar pelos possíveis atrasados.